Brasil país dos festivais – Viva 2016

Olá meu caro visitante brasileiro, você é abençoado por viver em uma época sem precedentes se tratando de festivais de música eletrônica no Brasil. Vamos começar pelo fato de nosso país receber a Tomorrowland. Lembro bem quando há alguns anos eu fazia planos de viajar para a Tomorrowland… Eu não queria conhecer a Europa, eu queria a Tomorrowland. Assim como eu milhares de outros viventes da música eletrônica, ou simplesmente adoradores da vibe que um certo aftermovie transmitia, tinham o sonho de realizar esta viagem para um país, até então, pouco atraente como a Bélgica. O tempo passou e o que parecia impossível aconteceu, ir a um evento deste porte se tornou realidade para milhares de brasileiros, a Tomorrowland veio para terras tupiniquins e agora vivemos no “Brasil país dos festivais”.

11141371_10152921541782739_3971534909440077532_o-950x633

Não foi só a Tomorrowland, antes dela tivemos a Copa do Mundo da FIFA e as olimpíadas. A vinda do maior festival de EDM do mundo só confirmou que os produtores de todo globo deveriam olhar para cá. Certamente quando os planejamentos começaram e as negociações aconteceram não tínhamos a real dimensão de crise financeira e política que o país entraria, mas aí já era tarde.

Brasil pais dos festivais

A cada ano é maior a aceitação e o entusiasmo pelo gênero. O Brasil já é um grande centro da música eletrônica no mundo!

brasil pais dos festivais 3

Ter a oportunidade de ir a Tomorrowland, EDC (Electric Daisy Carnival), UMF (Ultra Music Festival) entre vários outros festivais de peso sem sair do seu próprio país é privilégio de poucos povos deste planeta.

tomorrowland brasil pais dos festivais

Se sua vibe não é a EDM, além dos festivais de música eletrônica temos muitos outros que podem te satisfazer, tais como o Rock em Rio, Loolapalooza, etc. então não me venha com churumelas. Se programe e Viaje Muito pelo “Brasil País dos Festivais” em 2016!